quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Meu caminho de rochas intransponíveis


Meu caminho de rochas intransponíveis
Que escureciam os meus dias
Traziam o frio e o desamor

Você me trouxe luz
Transformando as rochas em pedras
Segurando minhas mãos
Ergueu-me em seus braços
Mesmo descalça as pedras não impediram meu caminho

Aos poucos
Nos abaixamos sorrindo
Admirando cada uma delas
Que de tão pequenas
As jogamos no mar

(Michele Michel)